sábado, 20 de julho de 2013

Canibalismo: Karl Denke

Karl Denke nasceu em 1870 na Polônia mas precisamente na cidade de Kalinowice Górne e se mudou aos dez anos de idade para Ziebice com aproximadamente 9 mil habitantes.
Sua aparência era a de uma criança normal e o único fato estranho nele é que sempre andava cabisbaixo e era muto quieto,quando completou doze anos abandonou a escola e a casa dos pais arrumando um emprego como jardineiro e só voltou a rever sua casa quando seu pai morreu,Denke já estava com vinte e cinco anos e com a pequena herança ele comprou um terreno,mas algum tempo depois foi obrigado a vender devido há frustrações e acabou comprando um apartamento que possuía um pequeno galpão.
Em dezembro de 1924 um cocheiro que passava perto da casa de Denke ouviu vários gritos e resolveu ver o que estava acontecendo,chegando lá ele encontrou um jovem que sangrava muito na cabeça, o cocheiro correu até o jovem que desfaleceu em seus braços,mas antes disse essas palavras: 'Papai Denke me golpeou com um machado'.

O rapaz era um vagabundo da cidade seu nome era Vincenz Oliver,mas não sobreviveu, o cocheiro foi até a polícia e deu queixa contra Denke,mas as autoridades só acreditaram no cocheiro depois que o legista deu o parecer médico, que tinha sido descrito como muito violento.
Denke foi preso,mas alegou legítima defesa e foi solto,ninguém acreditou que um pacifico cidadão local houvesse cometido um crime tão hediondo.
Denke foi preso e algumas horas depois quando um policial foi dar uma olhada em sua cela o encontrou morto,Denke havia se suicidado se enforcando com um lençol e com ele se foram todas as respostas as perguntas que ficaram sem explicação.
Logo após foram iniciadas algumas buscas e investigações na residencia de Denke e o que se descobriu foi deixar os cabelos dos oficiais em pé.
As primeiras descobertas foram de pequenos ossos, que depois de pesquisas se confirmaram humanos e dentro do galpão haviam pedaços de carnes,ossos,peles em soluções que as conservavam e também foi encontrado um cadáver que tinha tido algumas partes de seu corpo cortadas.
A carne do cadáver tinha uma cor vermelho acastanhada e também apresentava uma Livor Mortis bem suave revelando que tinha sido 'preparada' daquele jeito há apenas algumas horas.
Também foram encontrados três baldes com carne humana fervida que apresentava uma cor rosada e era macia,mas provavelmente pertencente a região glútea, um dos pedaços estava fatiado o que levou a policia crer que Denke havia comido.
O mais bizarro era que ao que parecia Denke convidava os mendigos para comerem em sua casa e depois os matava para poder utilizar sua carne e também se especula de que ele vendia essas carnes para alguns açougues também,mas nunca ficou comprovado.
Denke aproveitava tudo das pessoas que ele matava desde sua gordura até os ossos e atrás de seu galpão foram encontrados vários ossos no lago e na pequena floresta que havia ali perto.
Ao total foram encontrados:


  • 16 ossos de fêmur
  • 15 pedaços de ossos longos
  • 4 pares de ossos de cotovelos
  • 7 raios de cranio
  • 8 pares de ossos do antebraço
  • 2 braços
  • 1 par de tíbias
  • 1 par de úmeros
  • 1 par de ossos de clavícula
  • 2 omoplatas
  • 120 dedos inteiros e mais falanges
  • 65 ossos metacarpo
  • 150 pedaços de costela
Também foram encontradas várias pélvis,vértebras e sexos masculinos e mais de 350 dentes.
E também foi comprovado que da gordura Denke fazia sabão e alguns pedaços de peles foram usados para fazer suspensórios,sapatos e panos que ele usava com frequência,também usava os cabelos de suas vitimas para fazer laços dos mais variados tipos.
Denke também fazia anotações e em uma delas foi encontrada os seguintes números:
Mortos: 122
Mortos Nus: 107
Estripados: 83

Mas essas eram apenas suas anotações particulares, pois comprovadas mesmo foram apenas de 30 a 40 mortes.


Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Copyright © 2013 - Meu mundo e assim |
Design by Betto wert | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube