quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Maldições e magia negra

A maldição é uma invocação ou oração que expressa todo o ódio que uma pessoa sente pela outra;em uma maldição a pessoa por meio de uma frase escrita ou falada deseja que o seu alvo seja acometido de azar,morte,infortúnios,doenças e tudo o que for ruim que ela puder imaginar no momento.
A maldição faz parte de algumas culturas bem antigas e também eram usadas para afugentar inimigos em tempos de guerra ou explicar algumas injustiças que ocorriam no mundo.
E não é a toa que essa palavra cause calafrios em algumas pessoas,ela tem origem no Livro das Mutações, que foi criado na China antiga e é mais popularmente conhecido como I Ching e essa palavra tem como origem o numero 6 por causa de suas forças sobrenaturais.
E para proferir uma maldição tem um método bastante utilizado: apontar o dedo para a pessoa enquanto o encanto é proferido em voz alta ou ainda escrever a maldição em uma tábua e mandar para a pessoa ou ainda pegar um objeto pessoal e colocar a maldição nele,assim a maldição acompanhará a pessoa para onde ela for.
Mas não importa o método com uma maldição é lançada,ela sempre vai causar arrepios nas pessoas.
E ainda pode ser usada na magia negra para importunar a vida de uma ou mais pessoas,nesse caso na maioria das vezes animais podem ser utilizados como: cobras, sapos e gatos(muito utilizados na era medieval).
Algumas maldições são bem famosas e outras passam praticamente despercebidas.Confira duas delas:

A maldição dos Bragança
A "maldição" ter-se-ia iniciado no reinado de Dom João IV, no século XVII, quando o monarca teria agredido um frade franciscano aos pontapés após este ter-lhe implorado por esmola. O frade, em resposta, rogou uma praga ao rei, dizendo que jamais um primogênito varão dos Braganças viveria o bastante para chegar ao trono.
De fato, a partir de então, todos os primogênitos varões daquela dinastia morreram antes de reinar.

Um século após a maldição, Dom João VI e Dona Carlota Joaquina de Bourbon, rei e rainha de Portugal, tentaram revertê-la, fazendo visitas anuais aos mosteiros franciscanos de Lisboa e Rio de Janeiro, sem resultados, no entanto. Coincidentemente, com raras exceções, os primogênitos dos ramos reais dos Braganças apenas deixaram de morrer quando a família perdeu a soberania tanto em Portugal quanto no Brasil.


Manuscritos antigos
Antigamente quando ainda eram usados manuscritos e papiros,podia-se encontrar com frequência essa maldição no início da escrita:
"A quem furtar um livro desta biblioteca, que se transforme em uma serpente suas mãos e o subjugue, que seja atacado por paralisia e todos os seus membros sejam amaldiçoados. Que agonize em dor, gritando perdão. Que não haja descanso para sua agonia, até que se afunde na dissolução. Que os bichos de livros roam suas entranhas..."



8 comentários:

  1. "ter-se-ia"... Que formal, rs. Gostei da matéria!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o post. Não roubem livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É depois dessa Hugo é bom o povo pensar bem antes de roubar rsrsrsrsrs

      Excluir
  3. Adorei! O texto é bem esclarecido e fala de maldição num sentido geral, desde a origem da palavra. Muito bom!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Copyright © 2013 - Meu mundo e assim |
Design by Betto wert | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube