terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Lendas de Paranapiacaba: o véu da noiva

Essa história começa com um amor proibido entre a filha de um operário da ferrovia e o filho do engenheiro-chefe, que era inglês. Sendo a moça católica e o rapaz protestante, ele contraria todas as tradições e aceita se casar com a moça, já marcando o casamento.
Em conjunto, todos os operários se unem e encomendam um vestido de noiva para a moça de uma estilista famosa da cidade de São Paulo. O véu era tão longo que chegava a ficar fora da porta da igreja.
O casamento seria na parte alta da vila, que era portuguesa. O rapaz teria que se converter ao catolicismo. Todos, até os britânicos, foram prestigiar o casal. De última hora o pai do rapaz não o deixa ir até a igreja, prendendo-o na adega de sua casa (dizem que seu espírito permanece neste local até hoje).
A Noiva não se casou e como não poderia se casar novamente, isso a deixou louca. Uma noite ela colocou seu longo vestido e saltou do alto da serra. Desde aquela noite, Paranapiacaba nunca foi a mesma.
A neblina começou a assombrar os moradores da cidade, dizendo que ela seria o espírito da noiva que surge todos os dias para amedrontá-los, tirando-lhes o sol de cada dia, ou então essa neblina era seu espirito percorrendo a cidade atrás de seu noivo.
Há também outro final para essa história. Sendo a neblina o espírito da Noiva, ela surge todos os dias para encontrar seu amado. Este fato é curioso, pois a neblina sempre faz o mesmo caminho, surgindo dentre os morros da serra indo em direção a casa do engenheiro-chefe, suposto local em que ele estaria (na adega). 
Em outros relatos, dizem que a noiva é quem foi trancada,e ainda há um ouro relato mais obscuro que dizem que o noivo desapareceu, e até mesmo foi assassinado, e assim que a noiva descobriu, correu e desolada, se atirou do precipício que há no meio da mata, atrás da casa.

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Copyright © 2013 - Meu mundo e assim |
Design by Betto wert | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube