sábado, 5 de julho de 2014

Arte macabra: Jean-Léon Bazile Perrault

Não é sempre que me deparo com belas obras,principalmente com aquelas que tem o poder de me inspirar,e sinceramente vendo algumas artes modernas ou contemporâneas,arrisco-me a dizer que a maioria delas é essencialmente vazia,passam um mundo de informações,mas apesar disso não significam nada e nem ficam grudadas em nossa mente,tem apenas o poder de causar sensações momentâneas e só,depois caem no esquecimento absoluto.
O mesmo não acontece quando vemos alguma pintura de Jean-Léon Bazile Perrault,suas obras são sombrias e passam um realismo incrível,chega a ser até um pouco desconfortável,e toda vez que vejo alguma de suas obras,tenho a impressão de que as pessoas estão mortas e as que as acompanham são acometidas por uma angustia e dor tão intensas que é impossível ficar indiferente a esses quadros.
Eles são de uma morbidez palpável e quase sinistros com seus jogos de luzes e sombras e tons frios,o pintor consegue passar essa morbidez até quando coloca uma pincelada de cor mais quente em seus quadros.
Posso dizer que o que mais m incomoda nos quadros de Perrault são os olhos de suas pinturas,algumas conseguem passar um vazio extremo,outras dão a impressão de que estão te observando e isso é bem sinistro,esses olhares são bem intensos,todo esse realismo no olhar consegue incomodar e muito e são poucos os pintores que conseguem essa façanha.
Abaixo algumas de suas obras






Um comentário:

  1. Parecem representar a pobreza. Essa última me lembrou aquele retrato que Jack (Leonardo Di Caprio) desenhou da sua amada em Titanic.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Copyright © 2013 - Meu mundo e assim |
Design by Betto wert | Tecnologia do Blogger
    Twitter Facebook Google + YouTube